PARABÉNS A TODOS PELO RESULTADO

I Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras aconteceu nos dias 24, 25 e 26 de agosto, transportando para o sertão a magia da sétima arte em forma de mostras competitivas, debates, oficinas e música no meio da praça, ao lado do Açude Grande.

A comissão do Júri foi formada pelos produtores e cineastas Laércio Filho (PB), Carlos Mosca (PB) e Moema Vilar (PB) para a Mostra Nacional Marcélia Cartaxo; Fabiana Penna (SC), Marcelo Paes de Carvalho (RJ) e Fabiana Melo (PB) na Mostra Parahybana Bertrand Lira; Cristiane Fragoso (PB), Sara Andrade (PB) e Kalyne Almeida (PB) na Mostra Feminina Soia Lira.

O júri da Mostra Infanto Juvenil Buda Lira foi composto pelas próprias crianças das escolas municipais onde os filmes foram exibidos, através do júri popular.

O resultado foi assim definido:

MOSTRA MARCÉLIA CARTAXO DE FILMES NACIONAIS

MELHOR FILME: Frequências – Adalberto Oliveira
MELHOR ROTEIRO: Fabricio Ide, Tiago Vieira – Quando Parei de Me Preocupar Com Canalhas
MELHOR DIREÇÃO: Frequências – Adalberto Oliveira
MELHOR MONTAGEM: Arthur Marques – O Homem Que Não Cabia Em Brasília
MELHOR FOTOGRAFIA: Julio Castro – Em Torno do Sol
MELHOR SOM: Diego Castro – O Homem Que Não Cabia Em Brasília
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Lia Letícia – Frequências
MELHOR ATOR: Diego Gazin – Wellington Abreu – O Homem Que Não Cabia Em Brasília
MELHOR ATRIZ: Débora Madara – euteronômio 22
MELHOR DOCUMENTÁRIO: Gigantes da Alegria – Ricardo Rodrigues
MELHOR FILME PELO JÚRI POPULAR: Preto, Pobre, Puto – Diego Tafarel

MOSTRA PARAHYBANA BERTRAND LIRA

MELHOR FILME: Contínuo – de Odécio Antônio e Carlos Ebert
MELHOR ROTEIRO: Diego Lima – ATRITO
MELHOR DIREÇÃO: Odécio Antônio e Carlos Ebert – pelo filme Contínuo
MELHOR MONTAGEM: Abraão Bahia e Diego Benevides – Praça de Guerra
MELHOR FOTOGRAFIA: Carlos Ebert – filme Contínuo
MELHOR SOM: Bruno Sales – Aroeira
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Ramon Batista – Aroeira
MELHOR ATOR: Odécio Anthonio – Contínuo
MELHOR ATRIZ: Nika Barros -Hozana Nas Alturas
MELHOR DOCUMENTÁRIO: Adiós, Jampa Viega! – Virgínia Gualberto

MELHOR PESQUISA (categoria inserida pelo júri): Praça de Guerra
MENÇÃO HONROSA: Sobre Uma Borboleta e Seu Casulo – R.B. Lima
MELHOR FILME PELO JÚRI POPULAR: Sobre Uma Borboleta e Seu Casulo – R.B. Lima

 

MOSTRA FEMININA SOIA LIRA

MELHOR FILME: Cheiro de Melancia – Maria Cardozo
MELHOR ROTEIRO: Entre Os Ombros – Carolina Castilho
MELHOR DIREÇÃO: Cheiro de Melancia – Maria Cardozo
MELHOR MONTAGEM: Daniela Yoshikawa e Victor Alencar – Feliz Ano Novo
MELHOR FOTOGRAFIA: Giovanna Pezzo por cheiro – Cheiro de Melancia
MELHOR SOM: Iasmin Alvarez – Sangria
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Iasmin Alvarez – Sangria
MELHOR ATOR: Diego Gazin – Feliz Ano Novo
MELHOR ATRIZ: Cíntia Lima – cheiro de melancia
MELHOR DOCUMENTÁRIO: Andante, Allegro e Vivace – Anderlúcia Caldas

MELHOR FILME DA MOSTRA INFANTIL BUDA LIRA
O Menino do Dente de Ouro – Rodrigo Sena

Facebook Comments

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

QUINTA-FEIRA – 24/08/2017

 

MANHÃ

9h Oficina Produção Audiovisual – Ministrante: Marcelo Paes de Carvalho

Local: UFCG

 

9h Oficina Teatralizando – Ministrante: Alhandra Campos

Local: Centro Cultural Zé do Norte

 

TARDE

14h – X Mostra Interestadual do Cinema Paraibano – – PROJETO CINESTÉSICO – CINEMA E EDUCAÇÃO 

 

ARUANDA – Diretor: Linduarte Noronha – DOC-FIC, 21’

CÃO SEDENTO – Diretor: Bruno Sales – FIC., 10’

A CANGA – Diretor: Marcus Vilar – FIC., 12’

OS ROMEIROS DA GUIA – Diretor: João Ramiro Melo e Vladimir Carvalho -DOC., 15’

AMANDA E MONICK – Diretor: André da Costa Pinto  – DOC., 18’

 

Local: Auditório UFCG

 

14h – Mostra Infantil – Buda Lira

 

Imãginações – Diretor: J. França – Fic/6:45’

Estranho Impar – Beto Oliveira – 15’8’’ FIC SP

Vai que é tua Tafarinha – Diretor: George Augusto Fic/AM/ 5′

#apaixonadinho – Alexandre Estevanato – Fic/SP/13’26’’

Local: CAIC

NOITE

19h – Abertura Oficial

19h15 – Apresentação cultural

19h30 Mostra Competitiva Nacional – Marcélia Cartaxo

 

Preto Pobre Puto –Diretor: Diego Tafarel – Doc/DF/14’59

O Guardião – Fernando Menegatti – Fic/RS/19’59

Frequências – Adalberto Oliveira – Fic/PE/19’29

Em Torno do Sol – Diretor: Júlio Castro / Vlamir Cruz – Fic/RN/11’59

 

20h30 – Mostra Competitiva Parahybana – Bertrand Lira

Adiós, Jampa Viega! – Diretor: Virgínia de Oliveira Silva– Doc/PB/14’53

Malha – Diretor: Paulo Roberto – Doc/PB/14’13

Manancial – Diretor: Bruno Soares – Fic/PB/14’13

Sobre uma borboleta e seu casulo – Diretor: R.B. Lima – Fic/PB/7’28

 

21h30 Debate com os realizadores

22h Shows

Banda Conspiração Apocalipse

Local: Açude Grande

SEXTA-FEIRA – 25/08/2017

MANHÃ

9h Oficina Teatralizando – Ministrante: Alhandra Campos

Local: Centro Cultural Zé do Norte

 

9h Oficina Roteiro, noções básicas – Ministrante: Torquato Joel

Local: UFCG

 

TARDE

14h X Mostra Interestadual do Cinema Paraibano – – PROJETO CINESTÉSICO – CINEMA E EDUCAÇÃO

 

UMA FLOR NA VÁRZEA – Diretor: Mislene Santos e Matheus Andrade  – DOC., 20’

TRANSMUTAÇÃO – Diretor: Torquato Joel – DOC., 12′

ILHA – Diretor: Ismael Moura – FIC., 15′

PRAÇA DE GUERRA – Diretor: Edmilson Nunes – DOC.,20’

SOPHIA – Diretor: Kennel Rógis – FIC., 15′

 

LOCAL: UFCG

 

14h – Maquiagem, uma vivência – Ministrante: Williams Muniz

Local: Centro Cultural Zé do Norte

 

14h – Mostra Clandestina Nanego Lira

Quando Parei de Me Preocupar Com Canalhas – Tiago Vieira – Fic/SP/14’59

Deuteronômio 22 – Diretor: Érico Luz – Fic/SP/5’22

Sangria – Diretora: Iasmin Alvarez – Fic/SP/ 15’16”

Entre Os Ombros – Diretora: Carolina Castilho – Fic/SP/19’06

Atrito – Diretor: Diego Lima – Fic/PB/18’35

Hozana nas alturas – Diretor: Eduardo Varandas Fic/PB/17’33

 

Local: UFCG

 

14h Mostra Infanto-Juvenil Buda Lira

Sai da Frente! – Diretor: Artur Bryk – Animação/ SP/2’53’’

Esaú, o catador de histórias – Diretor: André Dias – Animação/CE/9’49’’

O menino do dente de ouro – diretor: Rodrigo Sena FIC/RN 14’41’’

Bem Bonzim – Diretor: Wesley Kayke – 8’ FIC PB

 

LOCAL: ESCOLA MARIA GUIMARÃES COELHO

 

NOITE

19h Apresentação cultural

19h15 Mostra Competitiva Nacional – Marcélia Cartaxo

O Homem Que Não Cabia em Brasília – Gustavo Menezes – Fic/DF/16’33

Fonte Nova – Matheus Vianna – Fic/BA/ 15’

Gigantes da Alegria –Diretor: Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano – Doc/RJ/12’

Capital (1957) – Diretor: Daniel Mata Roque – Doc/RJ/19’58

 

20h15 Mostra Competitiva Parahybana – Bertrand Lira

Cumieira – Diretor: Diego Benevides – Fic/PB/13’38

Contínuo – Diretor: Odécio Antonío – Fic/PB/16’14

Aroeira – Diretor: Ramon Batista – Fic/PB/19’2

Praça de Guerra – Diretor: Ed Junior– Doc/PB/19’

21h00 Debate com os realizadores

22h Shows

Baile Zé do Norte (COLETIVO CULTURAL MARIA FUMAÇA)

Banda Influenza (UFCG)

 

LOCAL: AÇUDE GRANDE

 

SÁBADO – 26/08/2017

MANHÃ

9h Mesa Redonda: Mulher e Cinema – Mediação: Thalyta Lima

Local: UFCG

 

TARDE

14h Oficina: Cinema e Educação – Ministrante: Virgínia Gualberto

Local: UFCG

 

16h Encontro do Fórum Audiovisual Paraibano – Mediação: Kalyne Almeida

Local: Açude Grande

 

NOITE

19h Lançamento do livro Cinema Noir – Bertrand Lira

19h20 Mostra Feminina Soia Lira

Andante, Allegro e Vivace – Diretora: Anderlúcia Caldas – Doc/PB/19’58

Cheiro de Melancia – Diretora: Maria Cardozo Fic/PB/16’07

Feliz Ano Novo – Diretora: Mônica Donatelli – Fic/SP/17’10

 

20h30 Debate com as realizadoras

21h30 Mostra Piolim (homenagem especial)

22h30 Debate com os homenageados e homenageadas

22h30 Shows

Coco de Dona Zefinha

Sandra Bele

LOCAL: AÇUDE GRANDE

Facebook Comments

CINE AÇUDE GRANDE DIVULGA LISTA DE SELECIONADOS PARA 2017

Cajazeiras sediará a primeira edição do Cine Açude Grande no período de 24 a 26 de agosto de 2017, com uma programação diversificada, oferecendo para além de mostras de filmes, oficinas, debates, workshops e shows musicais.

A Curadoria foi realizada por profissionais paraibanos da área de audiovisual, assim como professores convidados e com prática de cineclubismo.

Uma mostra feminina foi adicionada, no intuito de dar mais visibilidade ao trabalho realizado por mulheres, que ainda participa em número muito inferior, comparado a homens, em festivais e mostras pelo Estado.

Foram selecionados 35 filmes para as mostras competitivas, distribuídos em 5 mostras:  Mostra Nacional Marcélia Cartaxo, Mostra Parahybana Bertrand Lira, Mostra Infanto-Juvenil Buda Lira, Mostra Feminina Soia Lira e Mostra Clandestina Nanego Lira. As Mostras receberam os nomes dos homenageados desta primeira edição, que são cajazeirenses que se destacam no cinema dentro da Paraíba e em todo o país.

O Festival recebe ainda a X Mostra Interestadual do Cinema Paraibano, uma responsabilidade da equipe do “Projeto Cinestésico – Cinema e Educação”, do Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba – UFPB e cuja temática nesse ano de 2017, em que completam uma década de Mostra Interestadual, será a exibição e o debate de 10 curtas paraibanos, reunindo a produção de cineastas mais veteranos e a produção da nova geração que, cada vez mais, vem sendo premiada no Brasil e no exterior.

 

CINE AÇUDE GRANDE – FILMES SELECIONADOS PARA 2017

 

MOSTRA NACIONAL MARCÉLIA CARTAXO

Preto Pobre Puto (RS) – Diretor: Diego Tafarel

Capital (1957) (RJ)– Diretor: Daniel Mata Roque

O Guardião (RS) – Fernando Menegatti

Frequências (PE) – Adalberto Oliveira

O Homem Que Não Cabia em Brasília (DF) – Gustavo Menezes

Em Torno do Sol (RN) – Diretor: Júlio Castro / Vlamir Cruz

Fonte Nova (BA) – Matheus Vianna

Gigantes da Alegria (RJ)  –Diretor: Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano –

 

 

MOSTRA PARAHYBANA BERTRAND LIRA

 

Adiós, Jampa Vieja! (PB) – Diretor: Virgínia de Oliveira Silva

Malha (PB) – Diretor: Paulo Roberto

Manancial (PB) – Diretor: Bruno Soares

Sobre uma borboleta e seu casulo (PB) – Diretor: R.B. Lima

Cumieira (PB) – Diretor: Diego Benevides

Contínuo (PB) Diretor: Odécio Antonío

Aroeira (PB) – Diretor: Ramon Batista

Praça de Guerra (PB)  – Diretor: Ed Junior

 

 

 

MOSTRA INFANTO-JUVENIL BUDA LIRA

 

Esaú, o catador de histórias (CE) – Diretor: André Dias

Imãginações (PB) – Diretor: J. França

Vai que é tua Tafarinha (AM) – Diretor: George Augusto

#apaixonadinho (SP) – Alexandre Estevanato

Sai da Frente! (SP) – Diretor: Artur Bryk

Estranho Impar (SP) – Beto Oliveira

O menino do dente de ouro (RN) – diretor: Rodrigo Sena

Bem Bonzim (PB) – Diretor: Wesley Kayke

 

 

MOSTRA SOIA LIRA FEMININA

 

Andante, Allegro e Vivace (PB)  – Diretora: Anderlúcia Caldas

Cheiro de Melancia (PE)  – Diretora: Maria Cardozo

Feliz Ano Novo (SP) – Diretora: Mônica Donatelli

 

 

MOSTRA CLANDESTINA NANEGO LIRA

 

Quando Parei de Me Preocupar Com Canalhas – Tiago Vieira – Fic/SP/14’59

Deuteronomio – Diretor: Érico Luz – Fic/SP/5’22

Sangria – Diretora: Iasmin Alvarez – Fic/SP/ 15’16”

Entre Os Ombros – Diretora: Carolina Castilho – Fic/SP/19’06

Atrito – Diretor: Diego Lima – Fic/PB/18’35

Hozana nas alturas – Diretor: Eduardo Varandas Fic/PB/17’33

 

 

 

 

 

 

X MOSTRA INTERESTADUAL DO CINEMA PARAIBANO

 

ARUANDA (PB) – Diretor:Linduarte

CÃO SEDENTO (PB) – Diretor: Bruno Sales

A CANGA (PB)  – Diretor: Marcus Vilar

OS ROMEIROS DA GUIA (PB)  – Diretor: João Ramiro Melo e Vladimir Carvalho

AMANDA E MONICK (PB) – Diretor: André da Costa Pinto

UMA FLOR NA VÁRZEA – Diretor: Mislene Santos e Matheus Andrade

TRANSMUTAÇÃO – Diretor: Torquato Joel

ILHA – Diretor: Ismael Moura

PRAÇA DE GUERRA – Diretor: Edmilson Nunes

SOPHIA – Diretor: Kennel Rógis

Facebook Comments

Cajazeiras realiza primeira Edição do Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras


Cajazeiras será palco da primeira edição do Cine Açude Grande, festival de Curta Metragens que acontecerá de 24 a 26 de agosto e o título diz respeito ao açude que faz parte da paisagem natural e se localiza bem no centro da cidade, presenteando a todos com um pôr-do-sol deslumbrante. Pela relação afetiva com seus habitantes, recebe esta homenagem.

O Festival tem como principal objetivo realizar um Festival de cinema com a exibição de filmes paraibanos e nacionais que não circulam nas mídias de grande circulação nacional e fomentar a formação cultural, através da realização de oficinas sobre cinema e l contará ainda com uma programação voltada exclusivamente ao audiovisual, com mostras em espaço público (às margens do Açude Grande), oficinas, workshop, debates e uma programação cultural integrando diferentes linguagens artísticas.
A primeira edição, fará uma homenagem especial a artistas cajazeirenses que se projetaram nacionalmente através de sua obra, que são Marcélia Cartaxo, Buda Lira, Nanego Lira, Soia Lira e Bertrand Lira.

A inscrição de filmes no Cine Açude Grande é gratuita e o envio poderá ser feito apenas através de link eletrônico, disponibilizado na página “Inscrições” no Site: www.cineacudegrande.com.br. O período para inscrições online de produções paraibanas e nacionais será de 25 de junho a 05 de julho de 2017. Não serão abertas exceções com relação ao não cumprimento deste prazo.
A seleção de filmes se dará por meio de edital próprio, lançado no blog do festival, no qual poderão ser inscritos filmes de todo território Nacional, obedecendo às categorias as quais irão concorrer.

O valor social do Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras – se dá, principalmente, a partir de duas esferas: o caráter educativo, promovido por suas atividades paralelas (no qual se busca a formação continuada dos interessados através de oficinas, workshops e debates) e a democratização do acesso à cultura através da gratuidade de todas as ações promovidas pelo evento.

Como parte de uma iniciativa voltada para formação do público jovem, o Cine Açude Grande amplia sua audiência através de parcerias formadas com escolas públicas e privadas da rede de ensino da cidade de Cajazeiras; levando alunos do ensino fundamental e médio a participar de sessões exclusivas, de caráter lúdico e educativo, com conteúdo específico para cada faixa etária.

Facebook Comments